O melhor do nosso Maciço!

Baturité é a porta de entrada para as cidades que compõem o Maciço de Baturité. Localizado a 93 quilômetros de Fortaleza, o município possui diversos atrativos turísticos, como o Mirante do Cruzeiro e a Colina do Rosário. A cruz foi instalada sobre uma colina com uma bela vista panorâmica, medindo 20 metros de altura e pesando 5 toneladas. Para chegar até o local, o turista passa por 26 oratórios que representam os principais momentos da vida de Cristo.

A religiosidade do lugar está presente também em outros pontos, como a Imagem de Nossa Senhora de Fátima, erguida em 1967, com 12 metros de altura; a Igreja de Santa Luzia, construída durante a grande seca de 1877 e 1878, para dar assistência aos flagelados; a Via Sacra, com rampa e degraus em pedra e cerâmica em 14 estações que representam o sacrifício de Jesus; entre outros. Há também outras opções para o visitante, incluindo a Maria Fumaça, primeira locomotiva a vapor que fez o percurso Fortaleza-Baturité; e a Fundação de Cultura e Turismo, obra inaugurada em 1882, pelo Governo Imperial de Dom Pedro II.

O Mosteiro dos Jesuítas

A primeira parada da equipe do Portal foi em um dos lugares mais bonitos do alto da serra, o Mosteiro dos Jesuítas. Imponente construção em pedra tosca, que foi projetado por um arquiteto francês e data de 1924. O convento hospeda visitante e pode ser acessado pela CE-356 ou pela Rua Padre Antonio Pinto e estrada dos Jesuítas.

O Mosteiro está numa posição privilegiada que permite observar o açude de Vazantes, a Pedra Aguda, a Serra do Tamanco e o monumento a Nossa Senhora de Fátima.

O jardim tem plantas e flores das mais diversas qualidades. No centro, a imagem de Nossa Senhora, Rainha do céu e da terra, em barro, obra do centro de artesanato de Tracunhaém, e os seus pés uma fonte com carpas.

Os corredores e o patamar despertam a atenção do visitante devido a largura dos corredores e a altura do patamar da casa. Quando a comunidade era chamada a fazer suas orações, não precisava descer ou subir escadas, pois cada andar tem seu acesso direto no coro da igreja.

O Cruzeiro foi obra do Pe. Fred Sólon, com a ajuda de amigos, de benfeitores e ex-alunos da Escola Apostólica. Ele tem mais de 20 metrosde altura e 5 toneladas de peso. Pode ser admirado de noite numa grande distância, pois é revestido por um verniz que o torna brilhante à luz. Foi construído também um mirante e uma estrada de acesso com 20 oratórios dedicados a cada um dos mistérios do rosário (Gozosos, dolorosos, da luz e gloriosos).

A Igreja foi inaugurada em 1936 e dedicada ao Sagrado Coração de Jesus. Ao fundo do presbitério tem o céu representado e abençoado pelo Pai (a Pessoa de barba e cabelo branco) junto com o Espírito Santo, em forma de uma pomba. A frente tem a estátua do Coração de Jesus que mede 3 mts e trazida da Espanha. O altar foi construído aqui pelos irmãos jesuítas. A visão que os fieis tem ao rezar nessa igreja, é como um convite para se unir ao céu. A finalidade da casa é hospedar pessoas para eventos, retiros espirituais e descanso.

Mirante do Cruzeiro e Colina do Rosário

Um belíssimo visual foi registrado pela equipe do Portal Messejana, foi o Mirante do Cruzeiro. Embora hoje a área onde se encontra a grande Cruz do Cruzeiro, esteja sem nenhuma preservação,continua sendo um belíssimo visual para quem gosta de fotografar.

Pois a cidade de Baturité é o cartão de visitas e a porta de entrada para todas as outras cidades que compõem o privilegiado Maciço de Baturité. Nada melhor do que este Cruzeiro para simbolizar e sintetizar a vocação desta cidade. A amplidão dos braços abertos representa o tamanho do abraço com que a cidade e o povo acolhem todos que nela chegam. O formato de uma cruz traduz a dimensão do sacrifício que este povo heróico enfrenta diariamente para sobreviver e vencer os obstáculos da pobreza estrutural da região.

Ao mesmo tempo, um Cruzeiro é o sinal da esperança e da certeza da vitória que todos almejam alcançar. Como o Cristo Redentor do Rio de Janeiro, o Cruzeiro de Baturité foi colocado sobre uma colina da qual se descortina um horizonte espetacular. A cidade de Baturité e seu povo têm a certeza de que estão sendo abençoados e abraçados com amor pelo Cristo Ressuscitado.

O Cruzeiro mede 20 metros de altura e pesa 5 toneladas. Foi inaugurado em julho de 2006. Preparando o acesso ao Cruzeiro foram erigidos 26 oratórios, cada um representando os principais momentos da vida de Cristo, desde a Anunciação do Seu Nascimento, Sua Vida, Paixão e Ressurreição até o nascimento da Igreja com a vinda do Espírito Santo e a Glorificação de Nossa Senhora. Este acesso ficou conhecido como a COLINA DO ROSÁRIO. Tanto o Mirante do Cruzeiro como a Colina do Rosário foram erguidos graças aos esforços do Padre Fred Solon SJ. junto ao Governo do Estado, ao DERT, a Prefeitura Municipal de Baturité e de vários empresários de Fortaleza e comerciantes de Baturité. Hoje, podemos observar que toda estrutura está modificada, devido o vandalismo e a falta de manutenção das autoridades responsáveis.

Convento dos Capuchinhos

Saindo do Mosteiro dos Jesuítas tivemos a oportunidade mais uma vez de visitar o Convento dos Capuchinhos. O Convento de Guaramiranga (N. Senhora de Lourdes) nasceu de um projeto muito esperançoso da Cúria Geral que desejava promover o desenvolvimento das missões capuchinhas do Norte do Brasil, levando-as a organizarem em conjunto um Noviciado e Estudantes de Teologia. Após uma sondagem minuciosa foi escolhido Guaramiranga para instalação da casa de formação.

De acordo com a história, primeiro chega a Fortaleza Frei Bernardino de Désio,em 19 de Janeiro. Vem trazendo um caminhão carregado de material. E já em 20 de Janeiro inicia o trabalho de terraplanagem e perfuração do poço. Após a visita do Superior Regular, Frei Bernardino de Mornico, chega Frei Constâncio para benzer,a pedra Fundamental,e em 22 de outubro do ano de 1934 começa a construção sob direção de Frei Bernardino de Désio.

Para alegria da Ordem Capuchinha no Brasil, em 18 de Dezembro de 1935, é terminada a construção do convento dando inicio a nova Fraternidade e o estudantado.

De 15.10 a 30 de Dezembro de 1942, no período mais difícil da II Guerra Mundial, convento da Gruta, acolhe o Seminário de Messejana e seus professores em vista de uma ordem do Comandante da 7ª Região Militar, comunicado aos Missionários Lombardos determinando; “Os súditos do Eixo sejam afastados da costa”. No fim de 1942, os frades retornam para Messejana como também o estudantado teológico.

Hoje o antigo Convento, agora pousada trabalha com fins hoteleiros, aberto aos religiosos, ao clero e ao povo; como casa de hospedagem e encontros, sobretudo para grupos ou pessoas que vem fazer oração e retiro.

Como resposta simbólica aos apelos de Cristo a Francisco, “Reconstrói a minha Igreja!”, Foi motivo de interesse pessoal do frei José Maria a luta por um lugar melhor e de excelência no ramo hoteleiro.

Guaramiranga 

Mais uma vez a equipe do Portal Messejana entrou na rota das emoções dos passeios em Guaramiranga. Um pequeno Município da região serrana do Estado do Ceará, Nordeste do Brasil. Região serrana (a aproximadamente mil metros acima do nível do mar), as temperaturas são sempre amenas, geralmente entre 16 e 25º (No mês de Julho, a temperatura pode atingir 12°C, proporcionando um frio agradável), e a vegetação é composta de remanescentes de mata atlântica. Por essas condições climáticas, é conhecida por “suíça cearense”.

É possível sentir frio também no Ceará. Na vila de Guaramiranga, encravada no Maciço de Baturité, a média anual das temperaturas é de vinte graus. No inverno, porém, os termômetros registram números ainda mais baixos.

Além das atrações culturais, Guaramiranga encanta pelos atrativos naturais. Por estar localizada no Maciço de Baturité.O município tem diversos festivais e mostras culturais têm se apresentado nos palcos de Guaramiranga, sendo os principais: Festival de Jazz e Blues, Festival de Fondue, Festival de Gastronomia, Festival de vinhos, entre outros apoiados pelo poder público.

Em Guaramiranga, visite o Pico Alto – o segundo ponto mais elevado do Ceará, com 1.114 A serra de Guaramiranga é uma atração natural. De sua rua principal partem algumas mais – não muitas – como pequenas variantes. Mais a frente estaremos em direção ao famoso Pico Alto ponto culminante do Maciço de Baturité com 1115m de altitude. Dali podemos ter uma visão espetacular do sertão lá em baixo em meio ao verde da vegetação das serras também podemos ver uma parte do rio Pacotí que nasce em Guaramiranga mesmo a 6km da sede. É emocionante e imperdível. Você pode ir até lá pelas trilhas ecológicas ou ainda existe um acesso por estrada asfaltada.

 A estrada de Pernambuquinho

O acesso Guaramiranga-Pernambuquinho, é uma região onde você tem uma vista de uma sucessão de sítios e árvores gigantescas. Um passeio que vale a pena ser visitado. Existe o Parque Ecológico de Guaramiranga uma área de proteção ambiental assim considerada oficialmente pelo Dec. de 30 de fevereiro de 1979.

 Santuário de Nossa Senhora de Fátima

Instalado bem no alto, em direção ao antigo Tramonto, na estrada de Pernambuquinho, a equipe esteve em um ponto turístico-religioso inaugurado há poucos meses. A equipe do Portal Messejana, registrou imagens de um belo monumento no alto da serra, o Santuário de Nossa Senhora de Fátima. Sua localização é seguindo para o ponto mais alto no município de Pernambuquinho. A imagem está sendo hoje muito visitada pelos turistas e fiéis. A área está em acabamento, pois está sendo ainda construído o santuário, tendo somente uma capela para receber os visitantes. O local além do belíssimo visual de todo maciço de Baturité, proporciona ainda um mirante onde os visitantes desfrutam de um prazeroso pôr-do-sol.

Fonte: http://www.portalmessejana.com.br/noticias/exibir.php?id_noticia=11005

Comente:
3.3 (66.96%) 23 votes
Compartilhe:
Share on Facebook
Facebook
Email this to someone
email

Um comentário em “O melhor do nosso Maciço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *